16/11/2015

Saindo da zona de conforto - PROPRIOCEPÇÃO






Agachamento com pranchas equilíbrio
(Assista o vídeo pelo computador)


Experimente novos desafios!
Eleja um exercício que você já domina (nessa caso o Agachamento) e mude as bases de apoio. Pode-se usar: cama elástica, disco de equilíbrio, pranchas, cargas unilaterais ou mude a dinâmica de execução - se fazia rápido faça lento e vice versa.

Neste caso...
Trabalho de:
  • FORÇA;
  • EQUILÍBRIO;
  • PROPIOCEPÇÃO.




A Propriocepção

A propriocepção é o termo que descreve a percepção do próprio corpo, e inclui a consciência da postura, do movimento, das partes do corpo e das mudanças no equilíbrio, além de englobar as sensações de movimento e de posição articular. 

Embora seja estudada há muito tempo, a propriocepção ainda é pouco conhecida, de forma correta. Muito falada no Treinamento Funcional e exercícios que exigem equilíbrio e coordenação além do comum... mas poucos profissionais sabem suas definições, portanto, de maneira sucinta  vou descrever o que ocorre.

Inicialmente é impossível falar em propriocepção sem falar em receptores sensoriais. Afinal de contas são eles que "informam" o nosso SNC (Sistema Nervoso Central) e cérebro sobre a posição articular e o nível de tensão muscular, por exemplo. Eles 
informam ao nosso cérebro, através de impulsos, o que está acontecendo: calor, freio, altura, posição dos membros, dor, orientação, etc.
Cada sensação é "reportada" por um tipo de receptor, e eles agem em conjunto para informar o que está havendo.

Proprioceptores

São receptores que se localizam mais profundamente nos músculos, aponeuroses, tendões, ligamentos, articulações e no labirinto cuja função reflexa é locomotora ou postural. Podem gerar impulsos nervosos,conscientes ou inconscientes. 


Os primeiros atingem o córtex cerebral e permitem que, mesmo de olhos fechados, se tenha a percepção do próprio corpo, seus segmentos, da atividade muscular e do movimento das articulações. Sendo portanto responsáveis pelo sentido de posição e de movimento (cinestesia). Os impulsos nervosos proprioceptivos inconscientes não despertam nenhuma sensação; são utilizados pelo sistema nervoso central para regular a atividade muscular, através do reflexo miotático ou dos vários centros envolvidos com a atividade motora, como o cerebelo.






Estes receptores desempenham, em simultâneo, a função de detectar todas as variações mecânicas e de enviar a informação recolhida ao sistema nervoso central. Para além dos proprioceptores, o aparelho vestibular e o sistema visual também fornecem importantes informações somato-sensoriais. 

Pode-se dizer, portanto, que a propriocepção é responsável pelo envio constante de informação sobre eventuais deslocamentos de segmentos no espaço auxiliando-nos nas diversas tarefas motoras. Apropriadamente, os proprioceptores estão localizados nos músculos (fusos musculares), tendões (órgãos tendinosos de Golgi) e nas cápsulas articulares (corpúsculos de Ruffini e Pacini).

Em resumo: Os proprioceptores são essenciais para informar ao nosso cérebro a noção de posição dos membros, e por sua vez, esta informação de posicionamento corporal é essencial para o controle dos movimentos.


Fontes:
Lent, R. Cem bilhões de neurônios: conceitos e fundamentos da Neurociência. Atheneu, 2001. [2] Kandel, E. R.; Schwartz, J.H.; Jessell, T.M.Princípios da Neurociência. Manole, 2003.
http://fisioterapiahumberto.blogspot.com.br/2009/07/propriocepcao.html


Apoio:
Quintessência Academia Studio 

Av. Dr. Adhemar de Barros, 1100, 1o. Andar.
www.academiaquintessencia.com.br

BONS TREINOS!

0 comentários:

Postar um comentário