22/12/2014

Treino nas férias

Começa a semana de recesso das grandes empresas, os profissionais autônomos também aproveitam para emendar esses quinze dias entre as festas de Natal e Reveillon.
E vêm as dúvidas: Devemos parar de treinar durante as férias? O corpo precisa desse descanso? Devo levar minha ficha de treino para a viagem e sair correndo loucamente atrás de uma academia ou clube para fazer exercícios?
Calma... Essas e outras dúvidas serão esclarecidas ao longo desse Post!


Férias, tô pronto(a)! VEM!
Chegou a hora mais esperada do ano, deixar a pasta de trabalho no canto, esquecer da agenda, dos compromissos, das horas de almoço no computador, das noites mal dormidas pensando na reunião e dos dias intermináveis que nunca chegam ao fim. "Vai chegar o Natal e as 17 horas não...."

Maravilha!
Você vai dormir até tarde, vai arrumar sua casa, vai receber parentes ou vai fazer a tão sonhada viagem com sua família para o campo ou praia. Desligar o celular e aproveitar das delícias do verão nos dias de folga.

Primeira parte, ok!
Os abusos alimentares são quase inevitáveis e parcialmente compreensíveis, já que rotina não faz parte do vocabulário nessa quinzena. "Ano que vem eu volto pra dieta"...
Apesar de não concordar muito, eu também acabo dando uma discreta relaxada.
Mas... E os treinos?

Minhas dicas para não jogar o ano inteiro de treinos fora, e nem ficar neurótico(a) subindo e descendo escadas do hotel em vez de tomar sol na piscina:


Não que você possa aposentar de vez seus tênis e malhas de academia, mas pode diminuir um pouquinho, vai ser uma boa desculpa para uma período de recuperação e regeneração muscular. 
A sugestão é fazer exercícios regulares dia sim, dia não. Caminhada e alongamentos não contam, ok? Esses podem ser feitos todos os dias!
 Peça para seu treinador deixar um plano de 30 a 50 minutos, com exercícios que você já conheça e  tem domínio para executar sozinho(a) com segurança.
Se você tem equipamentos, ótimo, se você não os tem, peça exercícios que não necessitem de acessórios. Por exemplo: flexões de braços, pranchas isométrica, agachamentos livres, abdominais, afundos, entre outros.
Tenha certeza que você sabe executar os exercícios e deixe a sequência anotada no celular, por exemplo.
Certa vez eu fotografei minha aluna fazendo a sequência de movimentos e fiz montagens de fotos. Ela relatou que foi ótimo, pois se via fazendo na foto e lembrava exatamente do que deveria fazer naquela sequência.
Na minha viagem de fim de ano vou levar meu TRX e fazer uma sequência básica de peitoral, costas e pernas, para manter a musculatura ativa. #ficaadica


Já que está fora da rotina, por que não experimentar novidades?
Na praia por exemplo, procure um escola de surf e tente ficar em pé na prancha.
No campo, vale um passeio à cavalo.
E na cidade, por que não pegar uma bike com um amigo e dar umas voltas pelas ciclovias?
Nada melhor que variar os estímulos, afinal, é férias. 


Apesar de ser maravilhoso experimentar coisas novas, não invente moda (perigosa), do tipo... "Vou aumentar a carga do supino aqui na academia do prédio" (sozinho). Ou mesmo assistir vídeos na internet e tentar copiar em casa. Não, não e não. 
O risco de se lesionar é muito grande, exercícios com grande sobrecarga e movimentos que você nunca fez não devem ser arriscados agora. 
Imagine passar as festas com uma distensão muscular ou uma dor na coluna?! Nada disso!
Se for experimentar coisas novas (sugestão do item anterior) procure um auxílio especializado ou uma companhia experiente, ok?


Se de tudo não der para levar o treino, ou não puder fazer os exercícios, KEEP CALM, é férias!
Divirta-se e dia 5 de Janeiro vá direto para academia e coloque tudo em dia gradualmente.

Bom descanso a todos!
Beijos!!

0 comentários:

Postar um comentário