17/12/2014

Lesões

Olá meus queridos!
Já começaram o Intensivão de treinos, a dieta está em dia é o acompanhamento está ok!
Tudo certinho até que acontece o inesperado... Uma LESÃO!

Pode acontecer com qualquer um, então, pedi para a Dra Bruna Romanelli, fisioterapeuta, nos dar algumas explicações sobre o tema, tirar algumas dúvidas e desmistificar alguns conceitos que temos como, por exemplo, "o alongamento previne lesões". 
Ela, gentilmente respondu às minhas perguntas e criamos essa matéria com muito carinho para vocês, atletas de rua, de academias e clubes.



Elisa Prits. Qual a melhor forma de prevenir lesões na corrida? Além de fortalecimento e flexibilidade, tem algo que seja importante para evitá-las?

Dra Bruna: "A corrida é uma atividade que apesar de simples, exige alta demanda física, portanto antes de começarmos a correr é necessário preparar nosso corpo para a modalidadeo preparo deve conter treino de resistência física e cardiovascular, com o treino aeróbio progressivo e o treino de  fortalecimento, em seguida transferindo o treino para a própria atividade, ou seja, treinar a resistência durante movimentos similares aos realizados durante a corrida. 
A flexibilidade, deve ficar de fora da lista de medidas a serem tomadas para prevenção de lesões, hoje nós já sabemos que o Alongamento não previne lesões, e mais que isso, é até contra-indicado antes das atividades que demandam força, a corrida é uma delas. (Essa informação nãé tão atual assim, os primeiros estudos com metodologia confiável, começaram a entrar na literatura háaproximadamente 15 anos atrás); portanto nãé indicado alongamento antes da prática da corrida, no lugar dele devemos realizar o aquecimento, que nada mais é que a simulação da própria corrida em baixa intensidade (12 minutos é o ideal), no momento da corrida precisamos manter a sustentação do nosso corpo, o controle de tronco com ativação do CORE (Que nãé apenas a parede externa de abdômen e sim toda musculatura intrínseca que promove a manutenção da PIA  PressãIntra Abdominal), e impulsionar o corpo para frente, prestando muita atenção para que nãaconteça o que chamamos de deslocamento vertical (Pulos durante a corrida), o que é prejudicial pois essa situaçãocasiona em um gasto energético além do necessário e diminui a reserva de energia dos músculos que realmente precisam, fazendo com que apareçam as temidas compensações, que irão alterar a mecânica do seu corpo durante a prática da corrida, predispondo-o a lesão."


Elisa Prits. Quais as lesões mais frequentes em praticantes de corrida? E de musculação?

Dra Bruna: "Na corrida as lesões mais frequentes são: Fascite Plantar, Síndrome do Estresse Tibial medial (Popularmente chamada de Canelite), Síndrome da Dor Fêmoro-Paterar, Síndrome da Banda Iliotibial, Tendinite de Calcâneo e Dor lombar. 
Na musculação as lesões mais comuns são: Dor lombar, Contraturas musculares, Miosite, Tendinites, entre outras."


Elisa Prits. O que pode acontecer com os "atletas de final de semana", que só se exercitam aos sábados e domingos, mas mantém uma vida sedentária de segunda sexta?

Dra Bruna: "Esse público é considerado um público de risco, tanto do ponto de vista Cardiovascular quanto do músculoesquelético, não tem como exigir um alto desempenho de um corpo mau treinado, e quando isso acontece as repercussões sistêmicas e compensações musculares aparecem, quando não existe mais reserva de energia para sustentar as compensações, as lesões musculoesqueléticas e/ou as doenças cardiovasculares acontecem, podendo ser fatais."


Elisa Prits. Quando acontecer uma lesão, até que seja atendido por um profissional, devo usar gelo ou calor?

Dra Bruna: "O mais indicado é o gelo, sendo efetivo quando utilizado até 72h após a lesão. Pode ser feito várias vezes ao dia, mantendo por 10 minutos em cada uma das aplicações, sempre com uma barreira de contato entre a pele e o gelo para não causar queimaduras."


Elisa Prits. Na sua opinião, quem deve cuidar da prevenção de lesões, o fisioterapeuta ou o treinador? Ou um grupo multidisciplinar?

Dra Bruna: "A equipe multidisciplinar é indispensável para prevenção de lesões."


Elisa Prits. Após uma lesão muscular, em quanto tempo, em média,  pode-se voltar à ativa? E lesão ligamentar?

Dra Bruna: "Tanto a lesão muscular quanto a ligamentar podem ser classificadas em diferentes graus de gravidade, portanto o prognóstico depende diretamente da gravidade da lesão, podendo variar entre 1 semana ou até meses
A lesão ligamentar é traumática-dependente, ou seja, só acontece com um movimento feito de forma errada que tenha gerado um impacto de alta energia, e quando ocorre deve ser investigado prontamente por um médico cirurgião ortopédico, de preferência especialista no segmento lesionado para que ele identifique se há necessidade de intervenção cirúrgica."


Muito obrigada Dra. Bruna, por compartilhar conosco seus conhecimentos e suas experiências.
Gosto de procurar profissionais competentes e renomados para abordar temas novos e aprendo muito junto com os leitores.
Beijos, e bons treinos!

0 comentários:

Postar um comentário