13/11/2014

TATTOOS.. Riscos e cuidados!

Já passou do tempo que apenas os surfistas, os "maloqueiros" e os punks eram tatuados.
Hoje, profissionais da saúde, empresários, país de família e todo tipo de gente tem tatuagem.
Seja o nome do filho, uma frase bonita, umas estrelinhas escondidas... Até mesmo as maquiagens definitivas ganharam muito espaço.
Muita gente é adepta da tatuagem e, apesar de ainda haver alguns preconceitos, a grande maioria da população não vê isso como uma coisa negativa ou sinônimo de revolta. É apenas uma expressão de sentimentos ou por estética.

Seja qual for o caso, o mais importante é ONDE, COM QUEM e O QUE você vai tatuar.

1. Procure um STUDIO com referências. Primeiro de tudo é sua saúde e sua segurança. Muitas doenças são transmitidas pela corrente sanguínea. Cheque se usam materiais descartáveis, tintas próprias para tatuagem e não se envergonhe em perguntar tudo isso é fazer visitas ao local antes de agendar seu horário;

2. O tatuador sempre deve abrir os materiais descartáveis na sua frente e os esterilizados também. Além de usar luvas de borracha o tempo todo durante o processo;

3. O profissional deve ter um portfólio com trabalhos já realizados. Identifique qual estilo que ele mais faz. Existem tatuadores especializados em rostos, por exemplo, outros em Tattoo em P&B, enfim... Veja qual linha o profissinal tem mais afinidade, para que saia tudo como esperado;

4. Na hora de escolher seu desenho: pesquise! Veja imagens na internet e peça opinião do profissional quanto ao tamanho e local mais adequado para aquele tipo de imagem ou frase. Pense que será pelo resto da sua vida. Então evite fazer símbolos da moda ou algo que seja passageiro. Imagine-se idoso com aquela figura estampada no corpo;

5. O ideal é que o tatuador crie uma Tattoo exclusiva. Um desenho só seu, com os detalhes que você escolheu. Ninguém merece ter tatuagem repetida, a não ser que seja um combinado entre um casal ou irmãos por exemplo.

6. Considere seu estilo de vida e sua profissão ao escolher sua Tattoo. Punhos e mãos podem dar uma má impressão em profissionais da saúde e cozinha, por exemplo;

7. Lembre-se que a remoção é cara, dolorida e nem sempre 100% eficaz. Pior que ter uma tatuagem que não gosta, é ter um resquício dessa tatuagem como uma mancha ou ter que cobri-la com outra maior;

8. Informe-se sobre o que deve fazer durante o período de cicatrização. Evitar exposição ao sol e ter uma boa alimentação são itens essenciais para que sua tatuagem não fique falhada e nem em alto relevo (queloide). Talvez o alto verão não seja uma boa época para fazer sua Tattoo, pense nisso! Cremes cicatrizantes são benvidos para auxiliar no processo;


Feito tudo isso, é só criar coragem e aguentar as agulhadas.

Lembre-se de checar as condições de higiene e certificações do estabelecimento e dos profissionais!
#ficaadica

Beijos! ❤️

0 comentários:

Postar um comentário