17/10/2014

O Corpo e o Yoga

Olá... Sexta-feira linda de sol e trago mais uma reflexão da autoria da Professora Giselle, falando sobre a visão do corpo no passado e na atualidade. 



E como você (des) ou (super) valoriza seu corpo??

Antigamente o corpo era tratado com desdém. Consideravam o corpo como uma bolha de pele, ossos, músculos, órgãos e dejetos humanos. Algumas religiões o consideravam como fonte de pecado e sujo.

Algum tempo depois começamos a perceber que somente através do corpo nós podemos estar vivos nesse mundo. Precisamos de um cérebro para pensar, de músculos para agir, dos órgãos dos sentidos para interagir com o meio e de tudo mais que o nosso corpo perfeito possui e nós usamos diariamente sem nem se dar conta disso.



Passamos então a considerar o corpo como algo sagrado, templo do divino, ou como uma manifestação perfeita do Universo, da natureza ou da evolução das espécies.

Seja o que for em que você acredite que te mantem vivo, a verdade é que o corpo é o que nos permite viver, se manifestar, ser feliz. Falamos de um ser humano que se movimenta para realizar-se ou para realizar algo.

Hoje muitos vivem o esquecimento ou a super valorização do corpo. 

Preocupados com a carreira, os estudos, o intelecto, muitos deixam o corpo esquecido. Como se fosse algo separado da sua mente. Outros se lançam na busca louca pelo corpo perfeito. Não há mal nenhum em querer ter um corpo saudável. A questão é como isso tem sido feito e principalmente sentido.  Busquemos o equilíbrio, o caminho do meio na busca por um corpo mais saudável.

O corpo real de hoje é resultado dos nossos atos passados e até presentes. O seu corpo conta a sua história. É provável que o corpo esteja mostrando que outros aspectos, tais como o emocional e o psicológico não estejam tão bem quanto se pensa e precisa ser olhado com atenção. Ou seja, a atual forma chegou primeiro na mente e nas emoções e por último se materializou no corpo físico. O corpo é grande fonte de expressão, porém na maior parte das vezes, olham-no apenas como algo físico.
Resgatar essa percepção e auto consciência do corpo, da mente e das emoções é a proposta do yoga.

Yoga significa unir corpo e mente no momento presente. Utilizamos o corpo, nossa ferramenta mais próxima, para chegar no mais sutil é a nossa mente.

Desejamos e trabalhamos para ter um corpo saudável e harmonioso para assim também termos uma mente tranquila. 

É uma via de mão dupla: corpo interfere em mente e vice-versa.



Talvez você já tenha sentido dores musculares após passar por um evento estressante. Ou o contrário, sentiu seu corpo relaxado e leve após lembrar-se de um momento de felicidade.

O simples fato de pensar interfere no nosso corpo através de hormônios e neurotransmissores que nosso corpo produz e libera. As ações físicas também têm esse poder.

A proposta do hatha yoga é que através da prática da parte ética, das posturas corporais, dos exercícios respiratórios, das técnicas de relaxamento e meditação, tornarmos mais conscientes disso e ajudar a resgatar o ser humano pleno que somos. 



Boa sexta-feira a todos!
Namastê 🙏

0 comentários:

Postar um comentário