11/10/2013

RAIO-X: JULIANA CORRÊA




 


Nome: Juliana Corrêa

Idade: 35 anos
 
Profissão: Arquiteta
 
 
 
 


 
Há quanto tempo treina?
R: Com a regularidade atual, desde Julho de 2012.
 
O que te motivou a entrar nessa fase de mudança?
R: A idade foi chegando e eu não estava nem um pouco satisfeita com o meu corpo ou com meus resultados nas corridas. A verdade foi que eu cansei der ser o que era e resolvi mudar.
 
Por que escolheu musculação e corrida?
R: Sempre gostei de musculação, sempre fui forte e gosto de músculos, treino pesado pra ter músculos. E a corrida, foi numa outra academia que eu treinava e o pessoal corria, sempre me chamavam para correr e um dia resolvi ir. No final dessa 1ª corrida eu já estava querendo saber quando seria a próxima. O bichinho da corrida já me mordeu logo na 1ª vez.
 
Pratica outro tipo de atividade?
R: Não, por enquanto.
 
Qual atividade não faz, mas gostaria de fazer?
R: Gostaria MUITO de fazer Pole Dance e quem sabe me aventurar pelo Triathlon.
 
 
"O bichinho da corrida já me mordeu logo na 1ª vez"
 
 
 
É difícil manter uma alimentação saudável?
R: Comendo em casa, cozinhando para mim, não acho complicado. O problema é quando preciso comer fora. Outro dia por exemplo, fui viajar e precisei almoçar no aeroporto de Guarulhos, olha, foi BEM complicado! Só fast food, comida processada e isso eu realmente tenho consciência de que não posso comer e acima de tudo não me faz bem. Depois de procurar bastante, consegui um sanduiche vegetariano.
 
Qual alimento você odeia e qual você não fica sem?
R: Odiar mesmo são poucos, acredito que só mesmo abobrinha e berinjela. Não consigo ficar sem comer carne vermelha, todo dia eu como.
 
Quem te inspira?
R: Nossa, tanta gente me inspira. A maior inspiração é a Jillian Michaels, não só na parte física (ela é uma treinadora sensacional, de um programa americano), como na parte pessoal, ela é uma pessoa que eu procuro seguir e me espelho bastante. Tem a Pink e mais recentemente a Penélope Nova e a Bella Falconi.
 
"Comendo em casa, cozinhando para mim, não acho complicado (manter uma alimentação saudável). O problema é quando preciso comer fora."
 
Jillian Michaels (treinadora)
Bella Falconi (Fitness Model)

 
Penélope Nova -em seu antes e depois (apresentadora, blogueira e.. dispensa mais comentários!!)
 
 
Qual sua meta (se tiver alguma)?
R: Minha meta inicial é perder 16kg (8kg já se foram) e 19% do percentual de gordura (3% já se foram).
 
Como é seu dia-a-dia?
R: Hoje meu dia tá mais fácil, porque (infelizmente) estou desempregada, então começa as 5:40h quando levanto, tomo meu pré treino e vou para a academia. Treino até as 7:30h, fazendo musculação, tomo meu pós treino, volto para casa e aí tomo meu café da manhã. As 11h eu tenho um pequeno lanche, as 13:30h eu almoço, estando em casa, eu costumo dormir após o almoço, acordo as 16h, tomo meu Whey, Termogênico, como uma fruta, minhas castanhas e as 17h volto para a academia.
Faço mais 1h de exercícios, dessa vez divido em 20min de Bike, 20min de esteira e 20min de transport. As 18h como mais uma fruta. Volto para casa, janto por volta das 21h e as 22:30h como 3 claras e 1 gema, tomo glutamina e estou pronta para dormir.
Gosto muito de dormir cedo e procuro seguir a mesma rotina também aos finais de semana. Nem sempre consigo, porque acabo acordando mais tarde.
 
 
Juliana correu a meia maratona do RIO em Julho desse ano.
 
 
Depoimento completo:
 
"Em Janeiro chamei o Fran (Francisco, o treinador) e disse: Bora correr a Meio de Julho lá no Rio? Ele nem pensou e respondeu que sim.
Fiz a inscrição e aí o medo bateu, tínhamos 6 meses para treinar e ir.
E olha, nunca 6 meses passaram tão rápido. Fomos nós 3, eu o Fran e o Gabu (amigo da Ju). Estava com MUITO medo, achei que fosse passar mal e que nem ia completar a prova.
E isso, não completar a prova, era o pior que poderia me acontecer. Sou muito movida a desafios, quando coloco algo na cabeça, enquanto não consigo fazer aquilo eu não sossego. E assim foi com a Meia.
Era no Rio, na minha casa, com a paisagem mais linda desse mundo e não completar a prova seria algo impensável para mim.
Por 19km o Gabu foi ao meu lado, sem me deixar desistir. Consegui correr sem parar por uns 15km, subi e desci a Niemayer numa boa. Quando cheguei no Leblon e vi aquela orla linda, e tomai mais um gás para correr até Ipanema. Lá dei meus primeiros passos e aí fui até o km 19 alternando alguns passos com corrida. Nos dois últimos km decidi que ia correr e cruzaria correndo, mesmo que eu tivesse me arrastando.
 
Ju e Gabu, um grande incentivador na prova.
 
 
E assim foi. Faltando uns 300m meus amigos do Rio me viram e me gritaram, sorri e dei uma puxadinha, quando vi a linha de chegada, não consegui segurar e chorei, chorei muito.
Foi demais, é uma sensação que não tenho nem como descrever.
 

 
Hoje eu digo que quero correr longas. Quero muitas horas correndo e não velocidade. Tenho uma amiga no Rio, a Cris Fernandes que é uma MONSTRA e tá se jogando nas Ultras, foi 1ª colocada na faixa etária no ultimo final de semana nas 24 horas dos Fuzileiros Navais. E sinceramente, é isso que quero pra mim, correr por muito tempo. Isso me acalma, me relaxa e me deixa feliz. Nem as assaduras e queimaduras de sol me incomodam. Correr é demais."
 
Ju, Gabu e o treinador Francisco.
 
 
"Sou muito movida a desafios, quando coloco algo na cabeça, não sossego enquanto não consigo fazer..."
 
Orgulhosa, posta seu resultado nas redes sociais. Completar a prova já é uma vitória!
 
 Vídeo da chegada:
 
Acompanhe suas postagens através do #projetotrincajuycer
 
Juliana é um exemplo de determinação e força de vontade. Já perdeu 8 kg e 3% a menos de gordura. Sua meta será atingida em breve!
Faça como ela, dê a volta por cima. Se não está satisfeito/a com você, se sua saúde não anda bem, MUDE! Seus hábitos, suas atividades e seu discurso.
 
Beijos e até o próximo Raio-X!
:)
 

academiaquintessencia.com.br

0 comentários:

Postar um comentário